Auto Retrato

_MG_9722

Projeto de auto-representação    conceptualmente inspirado no mito de Sisyphus e na fotografia de Eadweard Muybridge

https://i1.wp.com/upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/4/43/Punishment_sisyph.jpg/423px-Punishment_sisyph.jpg

Sisyphus

O mito de Sísifo é um ensaio filosófico escrito por Albert Camus, em 1941.

No ensaio, Camus introduz sua filosofia do absurdo: o do homem em busca de sentido, unidade e clareza no rosto de um mundo ininteligível desprovido de Deus e eternidade. Será que a realização do absurdo exige o suicídio? Camus responde: “Não. Exige revolta”. Ele então descreve várias abordagens do absurdo na vida. O último capítulo compara o absurdo da vida do homem com a situação de Sísifo, uma personagem da mitologia grega, condenado a repetir sempre a mesma tarefa de empurrar uma pedra até o topo de uma montanha, sendo que, toda vez que estava quase alcançando o topo, a pedra rolava novamente montanha abaixo até o ponto de partida por meio de uma força irresistível, invalidando completamente o duro esforço despendido.